Transformação Digital: processo individual e coletivo

Ao pesquisar no Google o termo transformação digital, certamente você encontrará uma definição relacionada ao mundo empresarial, como essa aqui.

Mas para além das pesquisas do Google, a transformação digital é uma mudança associada ao uso das tecnologias digitais em todos os setores da sociedade, levando em conta o uso criativo e inovador de recursos e processos. É um tema bem complexo e envolve muitos outros tópicos, como Big Data, Computação em Nuvem, Segurança Cibernética, Simulação, Realidade Aumentada, Internet das Coisas, entre outros.

Segundo o mestre em Administração Pública e de empresas, Diego Dias (2019) as bases da transformação digital envolvem liderança e capacidades digitais.  A liderança é a capacidade das organizações focarem em uma única direção, priorizando cultura e capital humano adequados.  (Quem aí lembrou da palavra planejamento?) E as capacidades digitais abrange o  saber tirar proveito das tecnologias digitais.

Para Baxendale (2019), a transformação digital não é um projeto, é um modo permanente de trabalhar, pensar e agir que busca explorar tecnologias digitais para criar melhor experiência. Então, ser transformado digitalmente implica em mudanças de processos, pessoas e culturas organizacionais.

Em minha pesquisa para escrever esse texto, encontrei uma boa analogia feita pelo professor Luis Borges Gouveia que nos ajudam a entender a nova realidade:

Arte criada por Marcela Dâmaris a partir da apresentação feita pelo prof. Luis Borges Gouveia

Gostei dos exemplos que o professor Luis oferece, pois essas comparações nos ajudam a entender o quanto o mundo tem mudado. Desde os anos 2000, temos vivido o “o efeito total e geral da digitalização na sociedade”, Dessa forma, todas nossas ações tem sido impactadas pelas TDIC e agora em um contexto pandêmico vivemos mais do que nunca no mundo digital.

No contexto empresarial, corporativo ou organizacional a transformação digital vai depender da visão da equipe gestora, mas quero trazer o questionamento do professor Luis já citado aqui a tona:

Mudou o mundo e mudou a forma como nós nos vemos enquanto pessoas, comunidades e organizações e afeta também a nossa perceção local, nacional, regional e global. Mas e cada um de nós? Como nos preparamos a nós e às próximas gerações para estes desafios? Mais recentemente temos sido colocados perante desafios novos que mudam as prioridades e incentivam a uma rápida adoção do digital, das plataformas digitais e da mediação digital – estamos perante uma mudança de paradigma? Professor Luis Borges Gouveia

Enquanto seres pertencentes a organizações, precisamos respeitar a hierarquia e aguardar que nossos líderes façam boas escolhas. Entretanto, não podemos perder de vista a ideia de que a transformação digital só será possível a partir de incorporação de habilidades, mentalidade e atitudes digitais. Afinal de contas, mudanças acontecem a partir de ações assumidas internamente por cada indivíduo🤓😎🧐. Diante disso, pergunto?

Algumas pessoas conseguem desbravar caminhos e encontrar soluções por si mesmas, outras precisam de ajuda. E esse for o seu caso, você pode contar comigo!

Quer um atendimento personalizado que atenda dificuldades específicas? Conheça o projeto Transforma Tech Alplha

Quer aprender colaborativamente sobre tecnologias educacionais digitais? Conheça o projeto Transforma Tech Edu.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe em suas redes!

Conecte-se comigo nas redes sociais:

Deixe um comentário